Proposta pedagógica

O CPIJ desenvolve sua proposta pedagógica fundamentando-se prioritariamente nos princípios da pedagogia calabriana, em consonância com os documentos orientadores para cada projeto e serviço oferecido, buscando sempre privilegiar o processo educativo de crescimento de cada educando que se dá no dia-a-dia, através do diálogo e da partilha de saberes, e da construção de habilidades, valores e atitudes positivas perante o outro, a sociedade e o mundo que o cerca.

Na Educação Infantil são desenvolvidos projetos pedagógicos de acordo com as necessidades e interesses das crianças, a partir do binômio cuidar e educar, sempre numa proposta lúdica capaz de envolver e gerar prazer e significado para as crianças. A organização dos espaços da escola também é aprimorada de forma processual, a partir dos projetos pedagógicos desenvolvidos, buscando construir conjuntamente ambientes acessíveis, criativos e que possibilitem diversos aprendizados e interações. Na rotina semanal também são realizadas oficinas pedagógicas de modelagem, pintura, jogos, culinária, contação de histórias, teatro, educação ambiental, recreação, coordenação motora fina e ampla, música, etc, buscando contemplar todas as áreas de desenvolvimento das crianças, articulando seus saberes com conhecimentos que fazem parte do patrimônio cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico, em consonância com os Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil.

No SASEServiço de Apoio Socioeducativo, são atendidas crianças e adolescentes na faixa etária entre 6 e 14 anos, no turno inverso da escola, realizando diariamente diferentes rotinas e atividades. A rotina diária contempla momentos de acolhida, alimentação, cuidados na área da saúde, momentos de espiritualidade e de formação para valores humanos e cristãos, atividades e oficinas socioeducativas nas áreas de informática, artesanato, grafite, dança (street dance e ballet), música (violão e flauta) teatro e expressão corporal, canto coral, percussão, karate e taekwondo, capoeira, esportes (futebol, vôlei, basquete, handebol, atletismo, jogos cooperativos), educação ambiental, mediação de leitura e brinquedoteca. Essa diversidade de atividades e propostas educativas visa oportunizar um espaço dinâmico e alegre, de proteção e de educação, possibilitando a inclusão social e o crescimento integral dos educandos, através da valorização das capacidades e potencialidades.

No Projeto Cidade Escola, os educandos na faixa etária entre 6 a 18 anos, realizam basicamente a mesma rotina descrita acima, com toda a riqueza e diversidade de atividades e oficinas socioeducativas acrescida, porém de uma oficina de Letramento e uma de Matemática. Toda essa rotina, que já envolve um cuidado global, somadas às duas oficinas, visa apoiar os educandos em suas necessidades básicas e educacionais, reforçando e maximizando o aproveitamento escolar, através da expansão de ações, atividades e ambientes de aprendizagem.

No Programa Trabalho Educativo, os adolescentes e jovens de 14 a 18 anos realizam um período formativo de iniciação ao mercado de trabalho, com duração de um ano. Esse curso, contendo dois módulos, um de Informática e outro de Relações Humanas, possibilita aprendizados básicos a nível tecnológico na área da informática, bem como a construção de conhecimentos e habilidades a nível humano, social, político e cultural, ampliando o universo de possibilidades de inclusão social e de protagonismo dos educandos perante suas vidas e a sociedade.

Também é desenvolvido um acompanhamento psicológico e social com os educandos e seus familiares, visando um atendimento integral e integrador. Realizam-se atividades de formação com um profissional na área da odontologia, atendimento psicológico personalizado, encaminhamentos na área da psicologia psiquiatria e psicopedagogia, contato periódico com os familiares e/ou responsáveis dos educandos(as), inclusive um trabalho semanal com um grupo de apoio às famílias, acompanhado pelo setor da psicologia e do serviço social.

Durante todo o ano são organizados diversas atividades e eventos de inclusão social e protagonismo como participação em apresentações, torneios, campeonatos, visitas a entidades e espaços culturais, promovendo e estimulando a socialização e a integração, ampliando assim o universo cultural e social dos educandos.

Dessa forma, o CPIJ pretende oportunizar experiências e vivências que sejam verdadeiramente significativas para os educandos, oferecendo propostas diferenciadas que possam abranger todas as dimensões da pessoa humana. O desejo é proporcionar um processo de educação integral que ajude a formar seres humanos íntegros, conscientes, críticos e responsáveis diante dos outros, da sociedade e do planeta, estabelecendo relações saudáveis através do respeito mútuo e da acolhida ao diferente.

Sendo assim, conforme afirmava nosso fundador Pe. Calábria, “convictos de que o bem dos jovens coincide com a formação total do ‘homem novo’, que exige o máximo desenvolvimento de suas capacidades humanas e aquisição gradual de uma fé profunda, sustentada por vida inspirada nos ensinamentos o Evangelho, o processo educativo deverá fundar-se sobre os critérios de eficácia, atualidade e coerência cristã”. (Nosso jeito de ser e de viver, 2010, p. 41). Certos destas necessidades, estaremos sempre atentos e sensíveis diante da realidade, buscando inovar e criar novas propostas capazes de cativar e educar nossas crianças, adolescentes e jovens, as nossas “pérolas da Obra”.