112 anos da Obra Calabriana | Artigo

Há 112 anos, no dia 26 de novembro de 1907, iniciava a Obra em sua primeira casa, chamada a casa "Bouni Fanciulli". A "Casa dos Bons Meninos" iniciou com cerca de 20 meninos, o Pe. Calábria, Pe. Deodaro, Ir. Francisco Perez, o ainda jovem Luís Adami, que depois veio a se tornar o primeiro padre formado na Obra. Foi um início de muita simplicidade e pequenez, mas com o grande objetivo de fazer o bem àqueles que mais necessitavam. Como é a semente do Reino de Deus, que inicia de forma humilde e singela, mas toma proporções maravilhosas se bem cuidada.

Nesta primeira casa as dificuldades apareciam, mas junto com elas também aparecia a Divina Providência, esta sim nunca faltava. Doações de alimentos, roupas, materiais, recursos, enfim, a mão providente de Deus se manifestava através de pessoas generosas que se aproximavam e colaboravam das mais diversas formas com a pequena e grande Obra que estava começando

Por outro lado, muitas pessoas até falavam mal do Pe. Calábria e sobre o que ele estava fazendo. Muitos achavam uma "loucura" acolher aquelas crianças sem maiores fundos e proteções econômicas. Contudo, o jovem sacerdote Calábria não desanimava e muito menos perdia sua fé. Dizia ele: "é Obra de Deus, não dos homens". A confiança do Pe. Calábria não estava presa nas pessoas, mas estava relacionada a Deus e somente a Ele. Contava com sim com o apoio das pessoas e à elas agradecia, mas sabia que na essência de tudo estava a mão de Deus que jamais abandonava. Repetia consigo e com os próximos: "Nada a pedir, mas nada a recusar". Nunca pediu nenhuma taxa de ingresso para Obra ou coisa parecida, na verdade, a condição era ser "necessitado" ou "abandonado", o que encaixava perfeitamente à condição daqueles "bons meninos".

Assim a Obra foi crescendo, na confiança em Deus que é Pai e Mãe Providente, contando com o apoio de inúmeros colaboradores, leigos e leigas, religiosos e religiosas. Enquanto a Obra crescia, crescia também a Família Calabriana e se espalhava pelo mundo afora, mas todos com a mesma missão de reavivar no mundo a fé e a confiança em Deus Pai e Mãe Providente.

No próximo ano a Obra Calabriana, a nível mundial, realizará o XII Capítulo Geral da Obra, com o tema "A Profecia da Comunhão". É um momento singular e especial para a Obra, que supera simplesmente as organizações institucionais que devidamente são necessárias para a Obra, mas sobretudo, é um momento de forte caráter espiritual, no qual somos todos convidados a reavivar o espírito puro e genuíno da Obra, que nas palavras de São João Calábria, é "o Evangelho". Será sem dúvidas um evento símbolo da união dessa grande família que está espalhada por todo o mundo. Ao pensar ideais de forma global, possamos agir localmente, cultivando em nossas relações mais próximas a Fraternidade, símbolo dessa vivência entre verdadeiros "irmãos" e "irmãs".